• Dom. Mai 26th, 2024

Vacina da gripe nos lares terá dose mais elevada para maior proteção – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 20, 2023

A vacina da gripe que será administrada nos lares terá uma dose mais elevada para uma proteção acrescida e a da covid-19 está adaptada às novas variantes em circulação, revelou o diretor-geral de Saúde em exercício.

André Peralta Santos, que esta quarta-feira está a ser ouvido na Comissão Parlamentar de Saúde, a pedido do PS, sobre o ponto de situação do processo de vacinação sazonal 2023/2024, sublinhou a estratégia de proximidade adotada para facilitar o acesso à vacinação, com a participação das farmácias comunitárias.

Considerou igualmente que a coadministração das vacinas contra a covid-19 e a gripe nas farmácias este ano permite “transferir alguma carga da vacinação dos cuidados de saúde primários para as farmácias”.

Segundo a norma da Direção-Geral da Saúde, a campanha de vacinação contra a covid-19 e a gripe, que arranca no dia 29 de setembro, abrange maiores de 60 anos, que pela primeira vez serão este ano vacinados nas farmácias -, residentes em lares, profissionais de saúde, trabalhadores dos lares e doentes crónicos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

André Peralta Santos sublinhou que a campanha para reforçar a comunicação à população será lançada nas próximas semanas para promover a vacinação e informar os cidadãos elegíveis para vacinação sobre como fazer o processo de vacinação em farmácias.

“Não é novidade as farmácias apoiarem vacinação sazonal, já o faziam para a gripe, e com boa articulação e boa experiência”, disse Peralta Santos, sublinhando que a experiência das farmácias na vacinação contra a gripe permite ter já a trabalhar nestes locais profissionais treinados para a vacinação.

Sublinhou ainda que esta experiência permitiu igualmente ter sistemas de informação preparados para a comunicação das vacinas administradas em farmácias e para que possam “migrar para o sistema central de informação sobre as vacinas” para se poder “acompanhar o processo em tempo real”.

“Será necessário treinar mais profissionais e estão já a ser formados novos profissionais em farmácia, com segurança e com a colaboração Ordem dos Farmacêuticos”, para se poder assegurar a vacinação.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *