• Sáb. Jul 13th, 2024

Diz-se que Boeing oferece ações para comprar Spirit, preservando dinheiro em meio a lutas

Byadmin

Jun 25, 2024

Em uma tentativa de adquirir um fornecedor importante, a Boeing mudou a forma como planeja pagar pelo negócio, de acordo com duas pessoas familiarizadas com as negociações, uma medida que poderia ajudar a fabricante de aviões a economizar dinheiro enquanto aborda problemas de segurança e qualidade.

A Boeing usaria ações em vez de dinheiro para comprar a Spirit AeroSystems, disseram as duas pessoas, que não estavam autorizadas a falar publicamente sobre o negócio. Um deles acrescentou que a Boeing pagaria mais de US$ 4 bilhões pela Spirit, que produz peças de aviação, incluindo a carroceria do Boeing 737 Max, o avião mais popular da empresa.

Uma das pessoas familiarizadas com as negociações disse que a decisão de mudar de dinheiro para ações não deve atrasar significativamente o acordo, que pode ser anunciado já na semana que vem.

Com base no preço de suas ações na terça-feira, a Spirit tem um valor de mercado de mais de US$ 3,6 bilhões.

A notícia de que a Boeing estava propondo usar suas ações, em vez de dinheiro, para comprar a Spirit foi relatado anteriormente pelo The Wall Street Journal.

Pagar em estoque poderia ajudar a situação financeira da Boeing, que investe na melhoria da qualidade da produção. A Administração Federal de Aviação limitou a capacidade da empresa de aumentar a produção do 737 Max, seu jato comercial mais popular, após o incidente de janeiro. Em maio, a Boeing disse que suas operações usariam mais dinheiro do que aquele que gera este ano.

As negociações para adquirir a Spirit foram complicadas pelo facto de a Spirit também fornecer peças ao maior concorrente da Boeing, a Airbus. A expectativa é que essa empresa assuma as operações da Spirit, que produz peças para a Airbus.

Investigadores federais disseram que o avião envolvido no incidente de janeiro parecia ter saído de uma fábrica da Boeing sem os parafusos necessários para fixar o painel no lugar. Nos meses que se seguiram, a Boeing tomou uma série de medidas para melhorar a qualidade. Na semana passada, seu presidente-executivo, Dave Calhoun, enfrentou duros questionamentos de legisladores sobre o episódio e dois acidentes fatais envolvendo o Max no final de 2018 e início de 2019.

Os problemas da Boeing com o 737 Max foram agravados pela pandemia, que perturbou a cadeia de abastecimento em toda a indústria da aviação. Embora o fornecimento de materiais e peças tenha recuperado um pouco, continua a ser um desafio.

Na segunda-feira, a Airbus reduziu o número de aviões comerciais que esperava entregar às companhias aéreas este ano para 770, de uma estimativa anterior de cerca de 800. A empresa, com sede em Toulouse, França, disse que estava lutando para obter motores, estruturas de aviões e equipamentos suficientes. equipamento de cabine. Como resultado dessa mudança e dos problemas em seu negócio espacial, a Airbus reduziu sua previsão de lucro e fluxo de caixa para 2024. As ações da empresa caíram 10% na terça-feira após seu anúncio.

Source link

By admin

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *