• Ter. Mar 5th, 2024

Tio diz que Rubiales “sempre foi um homem com um claro tom machista” e “muito arrogante” – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Ago 31, 2023

O caso Rubiales continua a dar que falar em Espanha. Depois de ser revelado que a mãe do ex-presidente da Real Federação Espanhola de Futebol foi transportada de urgência para o hospital passados três dias de greve de fome para apelar ao fim da “caça desumana e sangrenta” ao filho, o tio de Rubiales deu uma entrevista ao El Mundo, na qual garantiu que este “sempre foi um homem com um claro tom machista” e “muito arrogante”.

Juan Rubiales assumiu que não ficou surpreendido com o momento em que o sobrinho beijou a jogadora Jeni Hermoso após a conquista do mundial feminino, mas diz não ter ficado indiferente. “[Sempre teve] atitudes próprias de Torrente [personagem fictícia de uma saga de filmes de comédia espanhóis]. Ele não quer ser um político, mas sim um guerreiro. Mas a sociedade espanhola mudou, marcou algumas linhas vermelhas e disse-lhe que isso não pode ser feito”, afirmou.

O acidente na infância, o pai político, o sindicalismo que nasceu no Levante: a história de Luis Rubiales, o homem no olho do furacão

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Durante vários anos, Juan Rubiales foi chefe de gabinete do sobrinho, após a sua chegada à presidência da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), mas a relação entre os dois foi-se deteriorando. “Isto é como os matrimónios. O primeiro desentendimento deu-se quando ele me disse para nunca mais lhe chamar “Luis”, mas sim “presidente”. A partir desse momento, começámos a chamar-lhe “Kennedy”. Ele não queria à sua volta pessoas que discordassem dele”, explicou sobre o desentendimento.

[Já saiu: pode ouvir aqui o quarto episódio da série em podcast “Um Espião no Kremlin”, a história escondida de como Putin montou uma teia de poder e guerra. Pode ainda ouvir o primeiro episódio aqui, o segundo episódio aqui e o terceiro episódio aqui.]

Da última conversa que teve com o sobrinho, recorda como este lhe pediu que o ajudasse a encontrar uma fórmula para que o pai recebesse todos os meses dinheiro da RFEF. “Respondi-lhe que não ia participar nisso e perguntei-lhe: ‘De que estás a falar?’ Ele respondeu: ‘Sai daqui, nem sequer te quero ver’”. O próprio tio chegou a denunciar Rubiales à Autoridade Anticorrupção espanhola, acusando-o de usar o dinheiro da RFEF para pagar uma festa privada na vila de Salobreña, em 2020, usando como pretexto que se tratava de uma reunião de trabalho.

Ao El Mundo, Juan Rubiales recorda que estava em Marbella a promover a Segunda Divisão B quando lhe disseram que tinha sido marcada uma reunião numa vivenda privada. Numa outra ocasião chegaram a dizer-lhe: “Esta tarde há uma festa e vêm aí umas raparigas”. “E efetivamente Nené [antigo jogador espanhol e amigo de Luis Rubiales] trouxe oito ou dez raparigas. Quando chegaram e vi aquilo, disse-lhe: ‘Estás louco, têm 18 anos, podiam ser tuas filhas!’”, terá criticado.

Nos últimos dias continuam a somar-se novos detalhes sobre o caso do beijo. Esta semana o ex-líder da RFEF enviou à FIFA um vídeo de Jenni Hermoso gravado no autocarro da seleção espanhola após a conquista do Mundial, onde é visível que a jogadora fala da situação com as companheiras, comparando com o que acontecera em 2010 entre Casillas e Sara Carbonero. No mesmo dia foi conhecido que o antigo árbitro Xavier Estrada Fernández apresentou uma denúncia ao Conselho Superior de Desportos de Espanha contra Luis Rubiales, a quem acusa de utilização incorreta de fundos privados.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *