• Seg. Abr 15th, 2024

Nesta cozinha, pessoas com doença mental grave vestem a jaleca para apurar a autoestima e recuperar autonomia – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 2, 2023


É sexta-feira, passa pouco das 10h30, a cozinha do Hospital de Dia do serviço de Psiquiatria do Hospital Distrital de Santarém ficará a postos dentro de momentos. A ementa, hoje, é sopa de peixe, sopa de abóbora, arroz de frango. Os utensílios estão preparados. A abóbora cortada às fatias vai a assar no forno com aromáticas. Cortam-se coentros, cenouras, tomates, cebolas, pimentos. O frango aos bocados. Ligam-se os bicos do fogão. Nos azulejos, a marcador preto, estão receitas dos caldos de legumes, de peixe e de carne, da canja e respetivo caldo, da broa de milho e do pão – porque ali também se faz pão com massa mãe. É hora de mais uma sessão do IN_Cooking, oficinas de cozinha, que pensa a vida lá fora e vê para além da parte clínica.

Joana Margarido, 37 anos, mexe o refogado de frango com legumes com uma colher de pau. É uma das alunas mais recentes da turma. “Não é assim tão difícil, vim um pouco a medo”, confessa. O chef explica que usa arroz carolino, a mãe de Joana prefere basmati. “É mais fácil”, diz. Roselyne de Linière, 49 anos, tratada por Rose, dispõe os coentros numa tábua azul, corta-os a eito, pica-os em várias posições. “Têm de ser mais fininhos?”, pergunta Rose. Estão bem assim, garante o chef.

É preciso coar os caldos, Rose vai buscar um passador, já conhece os cantos à cozinha. Rose é francesa, mãe de dois adolescentes, está em Portugal há 25. Cozinhar faz-lhe bem, traz-lhes memórias do pai cozinheiro de comida gourmet em Paris. “Adoro cozinhar, sempre gostei, esta é uma oportunidade para mim, e o chef é super pedagógico”, conta.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.

Mental é uma secção do Observador dedicada exclusivamente a temas relacionados com a Saúde Mental.
Resulta de uma parceria com a Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) e com o Hospital da Luz e tem a colaboração do Colégio de
Psiquiatria da Ordem dos Médicos e da Ordem dos Psicólogos Portugueses. É um conteúdo editorial
completamente independente.

Uma parceria com:

Hospital da Luz

Com a colaboração de:

Ordem dos Médicos
Ordem dos Psicólogos



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *