• Ter. Mar 5th, 2024

Ocorrências nas escolas aumentaram no último ano letivo, agressões no topo da lista – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 14, 2023

A PSP registou 3.683 ocorrências nas escolas no último ano letivo, um ligeiro aumento face ao ano letivo de 2021/22, sendo as agressões, injúrias e ameaças os principais ilícitos cometidos nos estabelecimentos de ensino, revelou esta quinta-feira a polícia.

Durante o ano letivo de 2022/2023, os polícias do programa Escola Segura (PES) registaram, na sua área de responsabilidade, 3.682 ocorrências, 2.611 das quais de natureza criminal e 1.071 não criminais, indica a Polícia de Segurança Pública quando começa um novo ano letivo e inicia uma operação a nível nacional no âmbito do PES.

Ano letivo começa a partir desta terça-feira, mas continuam a faltar professores

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os dados provisórios da PSP mostram que, no último ano letivo, as ocorrências nas escolas aumentaram 5,7% (mais 199) em relação ao ano escolar 2021/22, sobretudo as criminais, que passaram de 2.416 para 2.611.

“Estes valores são superiores aos registados no ano letivo anterior, mas inferiores aos anos pré-pandemia”, precisa a PSP, dando conta que as ocorrências mais reportadas são agressões (1.191) e injúrias e ameaças (799), seguido de furto (354), vandalismos (135) e roubo (80).

No último ano letivo, as equipas da Escola Segura da PSP efetuaram 10.809 ações de sensibilização e os temas mais abordados fora o bullying, segurança rodoviária e segurança infantil.

Durante a operação que a PSP inicia esta quinta-feira, e que vai decorrer até 22 de setembro, vai ser reforçada a presença nas imediações dos estabelecimentos de ensino e nos percursos dos alunos, professores, pessoal auxiliar e pais entre a escola e casa.

GNR assinala regresso às aulas com ações sobre autoproteção e segurança

Segundo a PSP, os polícias vão estar mais visíveis e desenvolver ações de fiscalização, sensibilização e formação para prevenir ilícitos criminais, contraordenacionais e de incivilidades através de informação e sensibilização da comunidade escolar.

Esta força de segurança indica também que o Programa Escola Segura mantém para este ano letivo os objetivos de “prevenir e erradicar a ocorrência de comportamentos de risco e de ilícitos nas escolas e nas áreas envolventes” e “promover uma cultura de segurança”.

A PSP salienta ainda que neste ano letivo vai privilegiar a delinquência juvenil, nomeadamente a posse e uso de armas, a violência no desporto e a dependência do espaço virtual.

A PSP tem na sua área de responsabilidade, os centros urbanos, 3.100 escolas do ensino público, privado e cooperativo que são frequentadas por 900.000 alunos, além dos 150.000 professores e pessoal não docente.

A Polícia de Segurança Pública dá ainda conta da existência do e-mail escolasegura@psp.pt para denúncia de crimes e esclarecimento de questões relacionadas com a segurança pública das escolas.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *