• Qui. Fev 29th, 2024

as polémicas de Hunter Biden podem assombrar a recandidatura do pai? – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 15, 2023

“Eu sei que todos pensam que o irmão errado morreu.” Em 2018, o desabafo de Hunter Biden, o único filho do atual Presidente dos Estados Unidos (EUA), condensava o seu estado anímico da altura. Envolvido em múltiplos escândalos, o filho de Joe Biden não conseguiu lidar de maneira pacífica com a morte do irmão, Beau, três anos antes. E isso levou-o a entrar numa espiral destrutiva: álcool, drogas e um estilo de vida extravagante. Em 2023, após ter passado por várias clínicas de reabilitação, o empresário garante estar sóbrio, tendo reconstruido a vida junto da nova mulher, a realizadora sul-africana Melissa Cohen Biden. Mas esse passado conturbado não assombra apenas a vida de Hunter Biden — também pode vir a prejudicar a carreira política do pai.

Esta quinta-feira, a cerca de um ano da realização de novas eleições presidenciais que vão testar nas urnas a popularidade do atual Presidente dos Estados Unidos, o procurador federal do estado do Delaware, David Weiss, indiciou formalmente Hunter Biden pela prática de três crimes relacionados com a compra e posse ilegal de um revólver em outubro de 2018, numa altura em que o filho de Joe Biden atravessava uma fase complicada. Na loja onde comprou a arma, preencheu um formulário em que assegurou que não tinha problemas com drogas — algo que a Justiça diz que não correspondia à realidade.

A alegada compra e posse de arma ilegal está longe de ser a única dor de cabeça de Hunter Biden nestes últimos anos. O filho do Presidente dos Estados Unidos não pagou impostos durante dois anos, esteve envolvido num drama familiar, tendo tido uma filha com uma “dançarina exótica” do Arkansas (que se viu obrigado a reconhecer), e teve negócios na China e na Ucrânia que levantam suspeitas por um possível favorecimento de Joe Biden.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *