• Dom. Mai 26th, 2024

Lituano detido 20 vezes em Espanha por fingir ataques cardíacos para não pagar contas de restaurantes – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 21, 2023

Há poucas pessoas a poder gabar-se de ter sobrevivido a 20 ataques cardíacos. É o caso de um cidadão lituano, residente em Espanha, que costuma ter estas crises de saúde em momentos, no mínimo, oportunos: nomeadamente, quando tem de pagar a conta dos restaurantes que vai frequentando. Pelo menos, é o que o próprio alega.

Na cidade de Alicante, em Valência, já todos o conhecem como o cliente que “se veste bem” e que “parece adorar salada russa”. Aliás, a primeira impressão que costumava deixar em qualquer estabelecimento era a do “típico turista russo”, que não falava espanhol, apesar de perceber algumas palavras. Isto até começar com a manobra da “gastrojeta”.

A primeira vez que Aidas J., 50 anos, fingiu um enfarte para não pagar a conta foi em novembro de 2022. Desde então, já foi detido mais 19 vezes por se deitar no chão, levando as mãos ao peito, no momento em que o funcionário apresenta o talão do pagamento.

A última vez foi esta terça-feira, após ter-se deliciado com uma paella de marisco — um prato tipicamente valenciano — e dois copos de whisky. O primeiro foi bebido “num só gole”, de acordo com o descrito pelo jornal El Mundo, e o segundo acompanhou o resto da refeição.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Quando cruzou os talheres e viu o número 34,85€ na conta, levantou-se, dando início ao seu truque habitual. “Ele ia embora sem pagar, mas um colega parou-o. Aí, ele disse que ia buscar dinheiro ao hotel”, recordou Moisés Doménech, gerente do restaurante “El buen comer”, ao jornal espanhol.

O funcionário recusou-se a deixá-lo ir embora e foi aí que, alegadamente, sentiu uma dor forte no peito. Aidas J. “atirou-se” para o chão e fingiu imediatamente sentir-se indisposto. Devido à sua fama na localidade, o gerente decidiu chamar a polícia, em vez de ceder.

Assim que os agentes saíram do carro de patrulha, reconheceram logo o homem da “gastrojeta”, como já foi batizado na cidade. Primeiro, verificaram se estava bem, mas, quando perceberam que esta era mais uma das suas manobras, colocaram-lhe as algemas e levaram-no para a esquadra.

O agente que o deteve disse ao El Mundo que já o tinha feito outras quatro vezes e que a atitude do homem é sempre a mesma. “Sorri” quando vê a polícia chegar e nunca desfaz a “tranquilidade” que as bebidas alcoólicas ajudaram a construir ao longo da noite.

Aidas J. começou por ser colocado em prisão preventiva, visto não apresentar qualquer morada conhecida, mas esta quinta-feira foi finalmente presente a tribunal. Após ter enfrentado três processos por crimes menores de burla, no último encontro com a justiça o homem foi condenado a uma pena de prisão por “reincidência de um delito”, como explica o jornal El País.

Novembro de 2022 marca o início do truque da “gastrojeta” e esta data seguiram-se sete detenções até dezembro do mesmo ano. As restantes 12 aconteceram todas em 2023 e no mesmo local, nas zonas turísticas de Alicante.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *