• Dom. Abr 14th, 2024

Gritos mudos dos dragões tentaram chamar a atenção, mas só Eustáquio ouviu e foi a tempo de os salvar (a crónica do FC Porto-Gil Vicente) – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 23, 2023

Porque há sons que podem ser impossíveis de ouvir, o FC Porto ofereceu uma emoção à qual é difícil passar ao lado. Nas camisolas dos jogadores portistas, o nome do habitual patrocinador encontrava-se escrito em linguagem gestual. Foi esta a forma que o clube encontrou para assinalar o Dia Internacional das Línguas Gestuais, sendo que o valor correspondente às camisolas vendidas reverte para a Associação de Surdos do Porto. O barulho ouvido na comemoração do golo que Eustáquio marcou para lá da hora, que foi um grito de um FC Porto que ainda tem momentos em que fica mudo, pode não ter sido escutado por toda a gente, mas a verdade é que aquele cabeceamento deixou qualquer um sem palavras na ponta final de jogo em que parecia faltar aos dragões um sexto sentido. 

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *