• Qui. Fev 22nd, 2024

Benfica despediu-se de Chiquinho, Gonçalo Guedes e Jurásek (para desagrado de Schmdit) – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Jan 19, 2024

Foram algumas das notícias que marcaram a semana. O Benfica, além das contratações que realizou, foi forçado a também ver partir alguns jogadores do plantel. Chiquinho, Gonçalo Guedes e David Jurásek já não foram opções para Roger Schmidt para a receção ao Boavista e rumaram a novas paragens.

Jurásek foi emprestado ao Hoffenheim, Chiquinho vai rumar a título definitivo ao Olympiacos e Gonçalo Guedes, que não pertencia ao Benfica, vai jogar no Villarreal ao longo do resto da época. “Nas últimas semana, falámos da janela de transferências. Qualquer coisa pode acontecer, diferentes situações. Alguns jogadores não estão felizes no clube e querem tempo de jogo… Quando os jogadores querem sair do clube e a nossa equipa está numa situação em que os podemos deixar ir, temos que pensar nisso. Para ser honesto, não estou feliz com as saídas”, disse o treinador do Benfica após a vitória por 2-0 frente ao Boavista.

“O Chiquinho teve uma temporada muito boa no ano passado quando precisámos dele. O Gonçalo [Guedes] a mesma coisa, aconteceram muitos problemas pelo meio, mas sempre lutou para voltar e ajudar. Chegou tarde à equipa no início da temporada. Como jogador que recuperou de lesão, tentámos desenvolvê-lo. Não lhe consegui dar muito tempo de jogo, porque havia jogadores que já estavam no ritmo e em vantagem. Estes jogadores de qualidade, se quiserem sair e estar numa outra situação, noutro clube, nós concordamos com isso. Trabalhámos no background para compensar. Também desejamos o melhor ao Jurásek”.

Os argentinos Benjamín Rollheiser e Gianluca Prestianni já se encontram em Lisboa e aguardam que o Benfica oficialize os negócios, por isso, em breve, o treinador alemão vai ter o papel recomposto. Frente aos axadrezados, o lateral esquerdo Álvaro Carreras, que chegou neste mercado à Luz, já esteve no banco de suplentes. O reforço de inverno que teve impacto imediato foi Marcos Leonardo. O brasileiro já leva dois jogos, tendo marcado em ambos. “Temos uma boa situação de concorrência”, disse Schmidt em relação ás opções que tem para o ataque. “Eles puxam uns pelos outros”. No entanto, o técnico afirma que Marcos Leonardo “não está pronto para jogar de início”.

Quem também ficou no banco de suplentes por gestão física foi João Neves. A presença do médio na Final Four da Taça da Liga não deve ser afetada. “O João Neves sentiu um desconforto muscular. Não é uma grande coisa, mas não quisemos correr nenhum risco. Foi por isso que aproveitámos o momento para lhe dar descanso”, analisou Schmidt. “O Florentino tem estado bem nas últimas semanas. Demos-lhes algum tempo de jogo como titular”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *