• Qui. Mai 30th, 2024

Trabalhadores da EDP marcharam em protesto por melhores salários – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Abr 10, 2024

Cerca de 500 trabalhadores da EDP marcharam esta quarta-feira da Praça do Comércio, em Lisboa, até à sede da empresa, numa manifestação ruidosa pela valorização salarial face aos milhões de lucros da energética.

Numa manifestação ruidosa, com tambores e vuvuzelas, cerca de 500 trabalhadores da EDP juntaram-se na Praça do Comércio e caminharam até à sede desta empresa do setor energético, na Avenida 24 de Julho, onde decorre esta quarta-feira uma assembleia geral de acionistas.

À frente, a guiar a marcha, um caixão feito de cartão e cartazes onde se lia “Aumentos de 15% para a administração e para os trabalhadores 3% e sem direito a negociar”.

Trabalhadores da EDP em vigília acusam elétrica de não querer negociar aumentos

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em declarações aos jornalistas, o coordenador da federação intersindical Fiequimetal, Rogério Silva, afirmou que “a administração organizou um banquete na sede para brindar os seus acionistas em 815 milhões de euros”.

“A EDP é uma empresa que acumula lucros recorde, teve este ano 1.300 milhões em lucros. E o que está a fazer é a teimar em não querer valorizar os seus trabalhadores em particular os mais jovens”, criticou.

Rogério Silva adiantou que atualmente um jovem na empresa energética ganha cerca de mil euros e que a reivindicação dos sindicatos é um aumento de 170 euros mensais, o que representaria um encargo de cerca de 15 milhões para a EDP.

“A EDP é uma empresa essencial ao funcionamento da economia. A EDP devia ter contratação coletiva que desse o exemplo a todas as outras. Não, a EDP está a tentar nivelar por baixo relações de trabalho, salários, condições sociais. (…) Os salários da EDP têm que estar em consonância com os lucros de milhões e milhões de lucros”, defendeu.

Os trabalhadores da EDP estão em greve ao trabalho extraordinário desde 1 de dezembro.

A EDP fechou 2023 com resultados líquidos de 952 milhões de euros, um crescimento homólogo de 40%, contando, entre outras coisas, com “a recuperação da produção hídrica em Portugal”, anunciou a elétrica em comunicado ao mercado, em 29 de fevereiro.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *