• Qui. Mai 30th, 2024

Manifestantes pró palestinianos bloqueiam icónica ponte Golden Gate – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Abr 15, 2024

Siga aqui o nosso liveblog sobre o conflito israelo-palestiniano.

A icónica ponte Golden Gate, em São Francisco, foi esta segunda-feira bloqueada por manifestantes pró-palestinianos, quando passam pouco mais de seis meses após o início da guerra de Israel em Gaza.

Imagens aéreas mostram uma longa fila de carros parados na ponte, enquanto as faixas na direção oposta estão completamente desertas. Os manifestantes, que estão a impedir qualquer pessoa de entrar ou sair deste lado da cidade californiana, têm uma faixa em que se lê “Parem o mundo por Gaza”.

A manifestação faz parte de uma iniciativa denominada “A15 Action”, que pretende bloquear muitas das principais cidades do mundo “em solidariedade com a Palestina”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Noutros locais nos Estados Unidos, manifestantes interromperam esta segunda-feira o acesso ao aeroporto de Chicago e Los Angeles foi cenário de uma manifestação.

O portal dos organizadores do protesto na Internet identifica cerca de quarenta cidades onde se realizarão ações, num vasto leque de países, incluindo Austrália, Bélgica, Espanha, Colômbia e Coreia do Sul.

“Em cada cidade, vamos identificar e bloquear os principais pontos de estrangulamento da economia, concentrando-nos nos pontos de produção e de tráfego, com o objetivo de causar o maior impacto económico”, explicam os organizadores no seu portal.

A guerra foi desencadeada por um ataque sem precedentes do movimento islamita Hamas a partir de Gaza, em 7 de outubro, que matou 1.170 pessoas, a maioria civis, segundo um relatório da AFP baseado em dados oficiais israelitas.

Mais de 250 pessoas foram raptadas e 129 continuam detidas em Gaza, 34 das quais morreram, segundo as autoridades israelitas.

Em represália, Israel prometeu destruir o Hamas, no poder em Gaza desde 2007, que considera uma organização terrorista, tal como os Estados Unidos e a União Europeia.

O exército israelita lançou uma ofensiva que já causou 33.797 mortos no território palestiniano, 68 dos quais em 24 horas, segundo o Ministério da Saúde do Hamas.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *