• Qui. Mai 30th, 2024

Produção automóvel em Portugal cresce 4,7% até março para 95.582, anuncia a ACAP – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Abr 15, 2024

A produção automóvel em Portugal atingiu 95.582 automóveis no primeiro trimestre, mais 4,7% face a igual período do ano anterior, apesar da quebra superior a 20% em março, anunciou esta segunda-feira a Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

Desde o início do ano, foram construídos 77.374 ligeiros de passageiros (+9,7% face a março de 2023), 16.833 ligeiros de mercadorias (-13,2%) e 1.375 pesados (+2,4%).

Em março, foram produzidos em Portugal 31.732 automóveis, representando uma quebra de 20,2% face ao mesmo mês do ano passado, esclarece a ACAP em comunicado.

Do total de automóveis produzidos no terceiro mês do ano, 26.193 foram ligeiros de passageiros (-17,5% face a março de 2023), 5.117 ligeiros de mercadorias (-31,2%) e 422 pesados (-23,8%).

A ACAP apontou que o estrangeiro foi o principal destino dos automóveis fabricados nos primeiros três meses de 2024 em Portugal, tendo 98,4% ido para o mercado externo, “o que contribui de forma significativa para a balança comercial portuguesa”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Segundo a associação, a Europa continua a ser o mercado líder nas exportações dos carros fabricados em Portugal, com 79,8%, destacando-se Alemanha, (22,3%), Itália (12,7%), Espanha (9,5%) e França (9,3%) como os quatro principais destinos.

O mercado africano mantém-se em segundo lugar entre as regiões, com 12,7% – com destaque para a Argélia (10,2%), enquanto a Ásia é destino de 3,8% das exportações automóveis.

Em relação à montagem de pesados, em março foram montados 35 pesados — todos eles de passageiros —, o equivalente a um aumento de 250,0% em termos homólogos.

Nos primeiros três meses, o acumulado subiu 69,6%, para 78.

A ACAP assinala que até março foram exportados 55,1% dos montados em Portugal, representando 43 unidades, sendo o Reino Unido (67,4%) e a Alemanha (32,6%) os únicos destinos destas exportações.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *