• Ter. Mai 28th, 2024

Fernando Alexandre quer alargar rede de escolas portuguesas no estrangeiro – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Mai 8, 2024

Esta quarta-feira, Fernando Alexandre, ministro da Educação, Ciência e Inovação reconheceu a importância das escolas portuguesas no estrangeiro. De acordo com o ministro, esta é uma aposta que ajuda na promoção da língua e cultura, sublinhando o objetivo de alargar a rede e estendê-la aos projetos privados.

“Vamos promover essas escolas, onde elas são importantíssimas, e o fator que está aí, que está presente, reflete a importância que o Estado português e que o governo português dá a essas escolas. E por isso as escolas públicas continuarão a ser muito importantes, serão apoiadas e esperamos que, de facto, a rede se possa alargar e possa ter mais impacto”, afirmou Fernando Alexandre.

O ministro da Educação, Ciência e Inovação marcou presença no encerramento do III Encontro das Escolas Portuguesas no Estrangeiro, que reuniu 17 delegações de vários países, entre eles, a Escola Portuguesa de Moçambique, que conta com quase 1.700 alunos, do pré-escolar ao 12º ano.

“Os privados, as escolas de iniciativa privada, que não são necessariamente uma iniciativa do Estado, têm um papel também importantíssimo. E, por isso, nós pretendemos que elas tenham um papel ainda mais importante porque, obviamente, felizmente, as geografias onde a língua portuguesa está presente é imensa e com populações em grande crescimento”, reiterou.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

E acrescenta que “as iniciativas privadas serão muito importantes”, uma vez que apresentam uma “responsabilidade muito grande em termos da qualidade do ensino que é oferecido”.

Do ponto de vista do Governo português, aponta, “esperamos que, sobretudo em espaços como Moçambique, em que a população cresce a uma grande velocidade, uma população muito jovem, onde há necessidade de termos uma oferta de educação diversificada e com projetos educativos estimulantes e acessíveis ao maior número possível de pessoas, obviamente, temos de apoiar essas escolas”.

“Elas cumprem um papel essencial para o desenvolvimento individual das crianças, que possam ter acesso às escolas, mas também para o desenvolvimento das comunidade e do país”, concluiu Fernando Alexandre, ministro da Educação, Ciência e Inovação.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *