• Ter. Jun 25th, 2024

Ataques aéreos dos EUA e do Reino Unido atingiram o Iêmen, relata TV controlada por Houthi

Byadmin

Jun 8, 2024

Os ataques têm como alvo o aeroporto de Hodeidah e a região ao norte de Sanaa, diz a TV Al Masirah, enquanto os Houthis continuam os ataques no Mar Vermelho.

Os Estados Unidos e o Reino Unido realizaram seis ataques aéreos contra alvos no Iémen, informou uma estação de televisão dirigida pelos Houthi, enquanto o grupo iemenita tem como alvo as rotas marítimas no Mar Vermelho.

Quatro ataques tiveram como alvo o aeroporto de Hodeidah, uma importante cidade portuária no Mar Vermelho, e o porto marítimo de Salif, ao norte dele, disse a TV Al Masirah. Dois ataques aéreos também atingiram a região de Al-Thawra, ao norte da capital do Iêmen, Sanaa, segundo o meio de comunicação.

Não houve relatos imediatos de vítimas e os militares dos EUA e do Reino Unido não confirmaram os ataques. Os ataques de sexta-feira seguem-se aos ataques dos EUA e do Reino Unido na província de Hodeidah, que os Houthis disseram ter matado 16 pessoas na semana passada.

Os Houthis, que controlam Sanaa e se apresentam como as forças armadas oficiais do Iémen, têm atacado rotas marítimas no Mar Vermelho e disparado mísseis e drones contra alvos israelitas durante meses, numa demonstração de apoio aos palestinianos em Gaza.

Mais tarde na sexta-feira, os Houthis disseram que atacaram dois navios com destino a Israel no Mar Vermelho com drones e mísseis.

As operações do grupo iemenita irritaram os EUA e outras nações ocidentais. Os EUA e os seus aliados têm bombardeado alvos Houthi no Iémen desde Janeiro, mas a campanha militar não impediu os ataques Houthi.

Os militares dos EUA anunciam regularmente interceptações de ataques Houthi. Na quinta-feira, disse ter destruído oito drones Houthi lançados sobre o Mar Vermelho.

Nesse mesmo dia, o grupo iemenita afirmou ter lançado duas operações militares conjuntas com a Resistência Islâmica no Iraque contra navios no porto israelita de Haifa em resposta aos “massacres do inimigo israelita em Rafah”, no sul da Faixa de Gaza.

Mais de 36.700 pessoas foram mortas na guerra de Israel em Gaza desde 7 de outubro.

O líder Houthi, Abdul Malik al-Houthi, disse que as operações do grupo contra Israel com a Resistência Islâmica no Iraque, uma coalizão de grupos armados iraquianos apoiados pelo Irã, se intensificariam.

Os ataques dos Houthi, dos EUA e do Reino Unido suscitaram receios de uma expansão do conflito em Gaza, bem como preocupações sobre os esforços para acabar com a guerra civil do Iémen. Desde 2014, os Houthis têm lutado contra forças leais ao governo reconhecido internacionalmente, apoiado pela Arábia Saudita.

Uma frágil trégua está em vigor desde 2022.

De acordo com um relatório da Bloomberg News publicado na quinta-feira, Washington pretende bloquear partes importantes de um plano de paz das Nações Unidas que as partes beligerantes no Iémen adoptaram em Dezembro, a menos que os Houthis cessem os seus ataques ao transporte marítimo internacional.

Source link

By admin

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *