• Seg. Abr 15th, 2024

Avanço de Marques Mendes não acelera PS. Socialistas fazem fé em divisão da direita – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Ago 29, 2023

No PS não há dúvidas de que Luís Marques Mendes deu o pontapé de saída, de forma calculada, para as presidenciais de 2026, marcando lugar na linha de partida.  O “se um dia achar que posso ser útil ao país tomarei essa decisão” deixado em antena pelo comentador da SIC no último domingo é, para já, a frase da rentrée política — mas não sobressalta os socialistas, que olham para a declaração como um problema da direita e não mostram pressas em clarificar nomes do seu lado. A estratégia do PS para essa corrida eleitoral é nula, com o partido a apontar a uma divisão da direita e com esperança de que isso a nivele com a incapacidade socialista de ter um candidato presidencial óbvio — que já dura há anos.

António Guterres, António Vitorino, António Costa ou mesmo José Sócrates. Qualquer um destes nomes foi, a dado momento da história do PS, colocado como uma hipótese incontornável em eleições presidenciais. Mas o futuro não trouxe (nem parece trazer) nenhum deles, pelas mais diversas razões, e isso volta a deixar o partido descalço para presidenciais e longe de poder vir a influenciar Belém, num jejum que arrisca chegar a 30 anos.

Ainda assim, os socialista contactados pelo Observador consideram ser “muito cedo” para falar em presidenciais e há mesmo quem antecipe que “seria um suicídio” ter um nome agora. “Há que dar tempo ao tempo”, comenta este mesmo socialista, que atira qualquer decisão sobre o assunto para o final do próximo ano, “a seguir às Europeias”. Um dirigente do partido acredita que não existirão “desenvolvimentos mais sólidos antes de 2025″.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.

Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *