• Qui. Fev 29th, 2024

Grávida morre a caminho do hospital de Guimarães. Bebé também não sobreviveu – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Ago 30, 2023

Uma mulher que se encontrava grávida de 35 semanas morreu na segunda-feira enquanto era transportada pelos bombeiros rumo ao Hospital de Guimarães — e o bebé também acabou por morrer.

A notícia é avançada pelo jornal Correio da Manhã, que detalha que a mulher já tinha sido vista anteriormente naquele hospital, onde foi pelo seu próprio pé, tendo saído após ser submetida a alguns exames.

Na tarde de segunda-feira, teve sintomas de falta de ar e foi socorrida pelos bombeiros de Caldas das Taipas, vila situada cerca de 8 quilómetros a noroeste de Guimarães — mas acabou por morrer durante o transporte, bem como o bebé.

O jornal regional O Minho adianta que a mulher tinha 26 anos e cita uma nota oficial do Hospital da Senhora da Oliveira, que diz estar “solidário com a família neste momento difícil” e ainda que “lamenta” a morte.

De acordo com aquele jornal regional, a jovem tinha estado no hospital no domingo por não se sentir bem, mas os exames que realizou não mostraram qualquer problema de saúde — e a mulher voltou a casa normalmente.

“Todo o protocolo clínico foi conduzido, desde o primeiro momento, conforme os procedimentos exigidos nestas situações”, lê-se ainda na nota citada pelo jornal O Minho. “Tratava-se de uma utente com comorbilidades, tendo chegado a este hospital já sem vida.”

O funeral acontece na quinta-feira na freguesia de Corvite, na periferia da cidade de Guimarães — só depois de conhecidos os resultados da autópsia feita esta quarta-feira em Guimarães.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *