• Qui. Fev 29th, 2024

os possíveis adversários dos portugueses na Champions – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Ago 30, 2023

Foi um feito histórico para o Sp. Braga, que mais de uma década depois voltou à fase de grupos da Liga dos Campeões naquela que será apenas a terceira participação na prova, foi também um feito histórico para o futebol nacional numa altura em que todos começam a ter particular atenção com os resultados europeus após a queda no ranking da UEFA. Após as eliminações precoces de V. Guimarães e Arouca no apuramento para a Liga Conferência, Portugal consegue ter pela primeira vez na história três equipas na fase de grupos da Liga milionária pela terceira temporada consecutiva, algo que estivera perto de acontecer em duas ocasiões. Agora, seguia-se o momento pelo qual todos ansiavam. E apesar das dificuldades que a principal prova de clubes da Europa comporta, existiam possíveis caminhos mais acessíveis (ou menos difíceis) do que outros.

O Benfica, que participa pela 40.ª vez na competição e 18.ª no atual formato Champions, parte na teoria com a vantagem de estar no pote 1 dos campeões e com isso evita Manchester City, Barcelona, Bayern, Nápoles ou PSG (como na última temporada). Assim, o principal adversário deverá surgir do pote 2, que tem alguns pesos pesados como o Real Madrid, o Atl. Madrid, o Manchester United, o Arsenal ou o Inter, que eliminou as águias nos quartos da última edição. Assim, sobram opositores como o B. Dortmund ou o RB Leipzig como os menos-difíceis-entre-todos-os-difíceis. Já o FC Porto, que joga a competição pela 36.ª ocasião (20.ª no atual formato), está no pote 2 e tem como principais “desejos” vindos do pote 1 o Sevilha e o Feyenoord.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

É nos adversários que possam sair do pote 3 e 4 que surge a principal curiosidade para ambos em termos de passagem aos oitavos da competição. Assim, o AC Milan, que se encontra no pote 3 com o Sp. Braga, é o opositor mais indesejável, ao passo que no último pote surge o Newcastle como adversário que tem mais argumentos após o quarto lugar na última Premier League. No lado dos minhotos, os caminhos para tentar a primeira qualificação de sempre para a fase a eliminar da Liga dos Campeões passam pelos “desejos” de Benfica e FC Porto entre os potes 1 e 2 e um adversário mais acessível que possa sair do pote 4.

  • Manchester City (Inglaterra), Sevilha (Espanha), Barcelona (Espanha), Nápoles (Itália), Bayern (Alemanha), PSG (França), Benfica (Portugal) e Feyenoord (Países Baixos)
  • Real Madrid (Espanha), Manchester United (Inglaterra), Inter (Itália), B. Dortmund (Alemanha), Atl. Madrid (Espanha), RB Leipzig (Alemanha), FC Porto (Portugal) e Arsenal (Inglaterra)
  • Shakhtar Donetsk (Ucrânia), PSV (Países Baixos), RB Salzburgo (Áustria), AC Milan (Itália), Sp. Braga (Portugal), Lazio (Itália), Estrela Vermelha (Sérvia) e Copenhaga (Dinamarca)
  • Real Sociedad (Espanha), Galatasaray (Turquia), Celtic (Escócia), Newcastle (Inglaterra), Union Berlim (Alemanha), Antuérpia (Bélgica), Young Boys (Suíça) e Lens (França)
  • Maccabi Haifa (Israel)-Young Boys (Suíça), 0-0 e 0-3
  • Antuérpia (Bélgica)-AEK Atenas (Grécia), 1-0 e 2-1
  • Rakow Czestochowa (Polónia)-Copenhaga (Dinamarca), 0-1 e 1-1
  • Molde (Noruega)-Galatasaray (Turquia), 2-3 e 1-2
  • Rangers (Escócia)-PSV (Países Baixos), 2-2 e 1-5
  • Sp. Braga (Portugal)-Panathinaikos (Grécia), 2-1 e 1-0





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *