• Qui. Fev 29th, 2024

Chega vai a votos nas distritais de Lisboa e Porto. Oposição tenta regresso e Ventura tem núcleo duro dividido – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 7, 2023

Arrumar a casa do Chega parece uma tarefa sem fim para André Ventura. Depois de controlados os problemas internos para travar as intenções da oposição na última convenção, tudo parecia estar no bom caminho para o líder do Chega, mas a reunião magna que foi vista como um ponto de viragem acabou invalidada pelo Tribunal Constitucional. E antes da realização de uma nova, o Chega vai (tentar) resolver o imbróglio das eleições internas no próximo dia 10 de setembro — mas já se levantam dúvidas sobre a legalidade das convocatórias.

A ida às urnas nas distritais tem agitado o partido internamente, com Lisboa e Porto no topo das atenções — onde dois deputados tentam não perder a liderança. Pedro Pessanha e Rui Afonso, deputados eleitos pelo Chega por Lisboa e Porto, respetivamente, estão a recandidatar-se às distritais e têm concorrência — entre eles adversários que não só representam alas diferentes do partido como refletem divisões entre membros do núcleo duro de Ventura, desde elementos da direção a deputados. A luta mais acesa é no Porto, onde José Lourenço, que criticou duramente Ventura nos últimos anos, é protagonista ao lado de Israel Pontes e Aníbal Pinto, que debatia com o agora líder na CMTV.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *