• Ter. Mar 5th, 2024

Perseguição, assédio, ameaças. E censura? Como sobrevive o Kiwi Farms, o “pior sítio da internet” – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 11, 2023

Perseguem, assediam e intimidam pessoas que consideram “excêntricas”. Entre os principais alvos do fórum Kiwi Farms está a comunidade transgénero. Há cerca de uma década que moradas e dados pessoais das vítimas escolhidas são partilhados online.

Não está claro como é que obtêm informações sobre as vítimas, mas, por várias vezes, os membros do fórum conseguem fazer com que a perseguição deixe o universo online e passe para a vida real. Por isso, de acordo com o The Guardian, o site foi associado aos suicídios de três pessoas que não aguentaram a “dor” provocada pelos ataques.

É o caso do programador David Ginder, que foi perseguido por se identificar como não binário. Em junho de 2021, um dia antes de tirar a própria vida, trocou emails com Joshua Moon, fundador e proprietário do Kiwi Farms. Ofereceu 120 mil dólares para que as ameaças parassem, uma vez que, afirmou, não conseguia suportá-las. Do outro lado, a resposta chegou apenas com uma recusa em parar e a garantia de que não aceitaria ser “extorquido”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *