• Qui. Fev 29th, 2024

Desafios à direita em Portugal – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 12, 2023

Com a proximidade das eleições regionais na Madeira, a que se seguirão as eleições europeias no próximo ano, este é um bom momento para considerar os principais desafios que se colocam à direita em Portugal para constituir uma alternativa de governação face ao notório desgaste do PS. De facto, apesar de a incapacidade da governação socialista para lidar com os principais problemas do país ser cada vez mais amplamente reconhecida, não é de todo evidente ainda para a maioria do eleitorado que exista uma alternativa credível de governação à direita do PS.

A necessidade de credibilização como alternativa de governação pode assim ser vista como o primeiro grande desafio que a direita enfrenta em Portugal. Um desafio que por sua vez está também relacionado com a crescente fragmentação do espaço político à direita do PS. As eleições legislativas de 2022 foram evidência disso mesmo, com Portugal a aproximar-se de uma configuração de forças à direita mais em linha com os padrões predominantes no espaço europeu. Conforme salientei logo a seguir a essa eleições:

Durante décadas, Portugal não teve qualquer partido liberal nem qualquer partido de direita radical, ao contrário do que se foi tornando habitual na maioria dos países europeus. A anomalia histórica portuguesa (provavelmente associada às particularidades da transição democrática) era ter à direita do PS apenas partidos filiados no Partido Popular Europeu. Ainda para mais reivindicando o maior deles a “social-democracia” e o mais pequeno (pelo menos inicialmente) um posicionamento “centrista”. Ainda que a sustentabilidade a longo prazo da IL e do CH estejam por demonstrar, tudo indica que as eleições de 2022 marcam não só uma viragem à direita mas também a reconfiguração dessa direita no sentido de um padrão mais consonante com o que acontece no resto da Europa.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *