• Ter. Mar 5th, 2024

Exportações de componentes automóveis sobem 19,6% até julho para 7,3 mil milhões de euros – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 12, 2023

As exportações de componentes automóveis aumentaram 19,6% de janeiro a julho, face ao mesmo período de 2022, para 7.340 milhões de euros, segundo dados divulgados esta terça-feira pela Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel (AFIA).

Tendo em conta apenas o mês de julho, o aumento homólogo foi de 11%, para 980 milhões de euros, representando uma subida pelo 15.º mês consecutivo.

Em comunicado, a AFIA destaca que as exportações de componentes automóveis continuam a mostrar “um ritmo de crescimento superior às exportações nacionais de bens, que neste mesmo período diminuíram 10,6%, apresentando-se como um dos motores do crescimento económico de Portugal”.

A associação realça que a Europa concentra 89,4% das vendas realizadas este ano, tendo as exportações de componentes automóveis para esta região crescido 22,1% entre janeiro e julho, face ao período homólogo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Espanha continua a ser o principal destino dos componentes automóveis fabricados em Portugal, representando 28,6% das exportações.

Segundo a AFIA, analisando o ‘top’ 15 de mercados clientes de Portugal, há um aumento nas exportações de componentes automóveis portugueses em catorze dos quinze países, sendo a exceção os Estados Unidos da América (-16,2%).

Os mercados que registam maior aumento em relação ao período homólogo são o marroquino e o austríaco, com crescimentos de 44%, apesar de apresentarem valores baixos de quota de exportações, respetivamente de 1,5% e de 1,3%.

“Esta evolução sucede ao mesmo tempo que o mercado automóvel na Europa cresce 16,7%, o que é um sinal de que a indústria portuguesa de componentes para automóveis continua com um ritmo de crescimento acima do mercado europeu, estando a ganhar quota do mercado”, salienta a AFIA.

De acordo com a nota, os cálculos da AFIA têm como base as Estatísticas do Comércio Internacional de Bens divulgadas em 09 de junho pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *