• Seg. Jul 15th, 2024

Putin diz que processos judiciais contra Trump são “perseguição com motivação política” – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 12, 2023

Siga aqui o liveblog sobre a guerra na Ucrânia.

O Presidente russo, Vladimir Putin, classificou esta terça-feira os processos judiciais contra Donald Trump, como uma “perseguição com motivação política”, reporta a agência estatal russa Ria Novosti, citada pelo jornal Politico.

Numa intervenção no Fórum Económico Oriental, a decorrer na cidade de Vladivostok, na Rússia, Putin saiu em defesa do ex-presidente dos EUA, que enfrenta uma série de acusações, incluindo conspiração contra os Estados Unidos, posse de documentação classificada ou obstrução de justiça.

“Quanto às acusações a Trump, para nós, no cenário atual, é bom porque mostra quão podre está o sistema político americano”, disse Putin. “Tudo o que está a acontecer com Trump é uma perseguição com motivação política. É isso que é. E está a ser feito em frente dos Estados Unidos e de todo o mundo.”

O chefe de Estado russo acusou ainda Washington de alimentar sentimentos antirrussos entre a população norte-americana. “As autoridades atuais dirigiram a sociedade americana com um espírito antirrusso”, disse, citado pela Associated Press. “Conseguiram-no. Virar este navio na outra direção será muito difícil”, acrescentou.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Segundo Vladimir Putin, as relações da Rússia e os EUA dificilmente vão mudar independentemente de quem for o próximo presidente. “É difícil para nós dizer o que esperar do futuro, independentemente de quem seja o presidnete, mas é improvável que algo mude radicalmente”, afirmou.

Em maio, o antigo presidente norte-americano disse, numa entrevista, que terminaria a guerra na Ucrânia “em 24 horas” se for reeleito para a Casa Branca em 2024, sem nunca detalhar como o faria. Donald Trump sempre sublinhou a relação de proximidade com Vladimir Putin, chegando mesmo a dizer que ambos “se dão lindamente”, o que facilitaria uma eventual negociação de paz. Trump chegou mesmo a afirmar que a culpa da invasão seria da “incompetência” da administração Biden.

Na intervenção desta terça-feira em Vladivostok, o presidente russo quis ainda defender outro norte-americano, Elon Musk. Putin descreveu o dono da rede social X (antigo Twitter) como um “empresário ativo e talentoso” e “uma pessoa extraordinária”. Musk tem estado debaixo de fogo nos últimos dias porque um excerto da sua biografia, que chega esta terça-feira às bancas, revelado pela CNN, conta como o empresário norte-americano terá impedido a ligação da zona costeira da península da Crimeia à internet, através da Starlink. Com o Starlink desligado, a Ucrânia, que planeava lançar um ataque com drones submarinos contra a frota naval russa, não pôde fazê-lo, porque o sistema de comunicações perdeu acesso à internet e os drones submarinos não conseguiam atingir o alvo. O empresário diz que se tivesse permitido a conexão significaria “tornar-se cúmplice da escalada do conflito”.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *