• Qui. Fev 29th, 2024

“Tive a opção de trabalhar no FC Porto”, assume Deco na apresentação como diretor desportivo do Barcelona – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 13, 2023

Deco foi apresentado esta quarta-feira como novo diretor desportivo do Barcelona. Durante a cerimónia de apresentação, o atual membro da estrutura blaugrana admitiu que teve oportunidade de trabalhar no FC Porto depois de ter abandonado a carreira como jogador.

“Quando me retirei, trabalhei com jogadores, clubes, consultadoria de equipas… Tive a opção de trabalhar no FC Porto, no Fluminense… A minha família e os meus filhos sempre foram a prioridade. Voltar aqui foi uma decisão fácil. Deixo para trás muitas coisas importantes que criei: uma empresa sólida. Deixo empregados e gente que confiava em mim, estou longe dos meus filhos. No entanto, estar aqui é uma responsabilidade muito grande. O tamanho do projeto motiva-me”, disse o antigo médio que atuou nos dragões até 2004, ano em que rumou a Espanha para representar os catalães a seguir à conquista da Champions.

O Barcelona teve um mercado de verão condicionado pelo fair play financeiro. No último dia da janela de transferências, a equipa blaugrana recebeu dois internacionais portugueses, João Félix e João Cancelo, ambos reforços por empréstimo sem opção de compra. Apesar do interesse em Bernardo Silva, não foi possível aos campeões espanhóis chegarem a acordo com o jogador do Manchester City. Ao nível da gestão do plantel, as renovações de Lamine Yamal, jogador de 16 anos que se tonou o mais novo de sempre a jogar e a marcar pela seleção espanhola, e Alejandro Balde são os dossiês a resolver visto que a imprensa do país dá como adquirido o prolongamento do vínculo do treinador da equipa, Xavi Hernández, até 2025.

Último dia de mercado. Benfica garante Bernat e vende Vlachodimos, Francisco Conceição confirmado no FC Porto e João Félix apresentado em Barcelona

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Temos um plantel equilibrado, dentro das possibilidades do clube. No ano passado foi feito um esforço importante e este ano conseguimos um equilíbrio. A equipa é equilibrada e competitiva, que é o que o treinador deseja. A massa salarial foi reduzida. As saídas de Piqué, Alba, Busquets… não são fáceis. Eles deram muito e não é fácil substituí-los. Estamos no caminho certo”, referiu Deco. “É uma fase de transição. Uma geração marcou uma época e a nível de clubes as transições são difíceis. As equipas não são eternas”.

Apesar de ter recuperado o título de campeão espanhol na temporada passada, o Barcelona procura voltar a ter uma presença forte na Liga dos Campeões. Em 2022/23, os catalães acabaram por cair para a Liga Europa, onde foram eliminados pelo Manchester United. Curiosamente, o novo diretor desportivo vai reencontrar o FC Porto na fase de grupos da liga milionária num jogo onde Xavi já disse não esperar facilidades, tendo inclusivamente elogiado o trabalho de Sérgio Conceição. Apesar de “não estar no contrato” que Xavi tem que vencer a Champions, Deco assume que o treinador sabe que “é normal [o clube] querer ganhá-la”.

Um encontro com um velho amigo, o jogo em “campo neutro” e um estreante: o grupo do FC Porto na Liga dos Campeões

Na apresentação estiveram presentes ainda outros dirigentes do clube, entre os quais o presidente, Joan Laporta, que considerou que Deco “reúne todas as condições” para desempenhar o cargo. “Foi um jogador de elite, uma referência no Barça, foi colega do nosso treinador, e com isso têm uma visão de futebol semelhante, e, além disso, o Deco treinou e foi empresário. Aprendeu tudo o que é necessário para que as negociações sejam frutíferas. Verifiquei isso. E cumpre outro requisito: conhece os mercados do futebol, não só o brasileiro, mas o europeu e os emergentes”, esclareceu Laporta.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *