• Ter. Abr 16th, 2024

Lagarde apreendeu os telemóveis dos governadores para evitar fugas de informação em reunião do BCE – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 17, 2023

A presidente do Banco Central Europeu mandou apreender os telemóveis dos colegas governadores durante um encontro que se realizou na semana passada, antes da reunião da qual saiu, na quinta-feira, a decisão de voltar a subir em 25 pontos base as taxas diretoras do BCE. O objetivo desta apreensão terá sido o de impedir que alguém provocasse uma fuga de informação antes de ser anunciada uma decisão de política monetária, de acordo com informação avançada por duas fontes à agência Reuters.

A agência de notícias diz que esta apreensão foi feita antes da reunião de quarta-feira que nomeou uma nova dirigente  para a sensível área da supervisão bancária. Fonte oficial do BCE recusou comentar a informação.

Segundo a Reuters, esta ação inédita é mais arrojada de Christine Lagarde com o objetivo impedir fugas de informação do conselho de governadores, uma situação que tem marcado o seu mandato à frente do BCE, tal como já tinha acontecido com o antecessor, Mario Draghi.

Segundo as fontes ouvidas pela Reuters, os 26 membros do BCE — onde se inclui Mário Centeno — foram avisados para entregar os seus telemóveis logo na quarta-feira, quando se estavam a preparar para escolher entre alemã Claudia Birch e espanhola Margarita Delgado quem irá dirigir o departamento de supervisão. Os aparelhos foram devolvidos depois da nomeação de Birch como presidente do Conselho de Supervisão do BCE, o organismo que fiscaliza a solidez dos maiores bancos europeus. Claudia Birch é vice-presidente do Bundesbank e ganhou o cargo à vice-governadora do Banco de Espanha.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Este cuidado terá sido tomado porque em 2018 a escolha do atual presidente, Andrea Enria, apareceu nos órgãos de comunicação social antes da sua nomeação ser anunciada. A Reuters recorda que uns dias antes da reunião decisiva sobre os juros revelou uma previsão de inflação na zona euro que foi um dos fatores que levaram o BCE a manter a trajetória de aumento dos juros.

BCE sobe juros (com o voto contra de Centeno). Taxas podem não subir mais, mas tão cedo não irão baixar

Na quinta-feira, a presidente do BCE anunciou uma nova subida das taxas, contrariando algumas expetativas e análises que chegaram a admitir uma paragem nas subidas. Sabe-se que esta nova subida não reuniu o consenso de todos os governadores, apesar da “maioria sólida” referida por Lagarde. Mário Centeno é um dos banqueiros centrais que tem publicamente apelado a cautela na trajetória de subida dos juros.

Centeno defende que BCE deve ser cauteloso na decisão sobre uma nova subida dos juros



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *