• Qui. Fev 29th, 2024

não é “Get Out” quem quer – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 19, 2023

Em 2017, o filme Get Out, do até então comediante Jordan Peele, apanhou o mundo cinematográfico desprevenido. Num golpe de mestre, Peele quase criou um novo subgénero: o do terror com uma camada de crítica social que não se ficava pela superfície, escarafunchando entranhas metafórica mas também literalmente.

Relatava a história de Chris, um jovem negro que vai conhecer a família da nova namorada Rose, acabando numa mansão rodeado de brancos de classe alta, numa visita que rapidamente vai do afável a perseguições com instrumentos de cirurgia. Tornou-se num tratado artístico sobre o racismo, que foi nomeado para Óscares nas categorias principais, que figura constantemente em listas de preferidos e de melhores e que leva constantemente ao uso em descrições de outras obras do chavão “ah, isso  é tipo o Get Out“.

Seis anos depois, sim, A Outra Rapariga Negra (The Other Black Girl no original) é tipo o Get Out. De tal modo que o filme de Peele é referido de passagem, no décimo e último episódio, como que calando a pergunta que o espectador fazia desde o primeiro. Sim, a nova série da Hulu (que por cá já se estreou na Disney+) e o livro que lhe deu origem só existem porque o pobre Chris foi hipnotizado e torturado como uma peça de caça. Se isto retira inovação à série? Sem dúvida. Se mesmo assim A Outra Rapariga Negra tenta surpreender e dar cambalhotas inesperadas na história? Sim, mas se calhar devia era ter ficado quietinha.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *