• Ter. Abr 16th, 2024

IL transmitiu a Marcelo que prefere ficar fora do governo, mas não fecha a porta caso o PSD tenha outro entendimento – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Mar 15, 2024

A Iniciativa Liberal esteve reunida com o Presidente da República na ronda de audiência com os partidos após os resultados eleitorais e reiterou a posição conhecida nos últimos dias e avançada pelo Observador: a preferência é estar fora do governo, mas se o PSD tiver outra leitura os liberais podem avaliar.

“A posição da IL é clara e foi isso que transmitimos ao Presidente da República: o cenário de base em que nos movemos é o de estarmos no Parlamento, apresentando as nossas propostas e a nossa visão, de forma responsável e construtiva, e contribuindo para a mudança que os portugueses quiseram”, começou por explicar o presidente liberal, ao lado dos vice-presidentes Ricardo Pais Oliveira e Angélique Da Teresa, e do secretário-geral, Miguel Rangel.

Ainda assim, Rui Rocha admitiu que o partido está “obviamente disponível para avaliar outros cenários” —  insistindo que “esses cenários” não são “a base” daquilo com que a IL  está a trabalhar neste momento. A ideia é, portanto, avaliar “caso a caso, peça a peça, orçamento a orçamento e contribuir para soluções caso a caso”.

Tudo o resto não é um “ponto de honra” para os liberais que, reiterou Rui Rocha, no fim de serem contados os últimos votos estão disponíveis para ouvir o vencedor das eleições, frisando que se houver “outro tipo de análise que pode implicar outro tipo de solução mais estrutural” a IL vai “ouvir”. No final do dia, estar fora do governo “é o mais natural” para os liberais, reconheceu. Rui Rocha esclareceu ainda que houve uma conversa na noite eleitoral com o PSD, mas explicou que “agora não faria estarmos com conversas sem estarem os resultados apurados”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Já depois das notícias que deram conta de que a Iniciativa Liberal preferia ficar fora de um governo da Aliança Democrática, Rui Rocha disse em entrevista na CNN que “não exclui” entrar nesse executivo “em função da estabilidade do país”. O convite por parte de Luís Montenegro também não foi endereçado e perante um resultado em que AD e IL não têm maioria, para o PSD muito provavelmente também não fará grande sentido negociar com a IL eventuais lugares de governo.

Iniciativa Liberal prefere ficar fora de um governo de direita e avaliar caso a caso



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *