• Ter. Mai 28th, 2024

Conta do Chega no Facebook restringida durante 10 anos. Ventura fala em “censura política” e vai levar caso ao Parlamento e à justiça – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Abr 14, 2024

O conta oficial do Chega no Facebook está “restringida” durante 10 anos por ter desrespeitado os padrões da comunidade, avançou o Correio da Manhã e confirmou o Observador. André Ventura considera que está em causa “censura política” e vai levar o caso ao Parlamento e à justiça.

“A tua conta está restringida durante 3649 dias. A atividade da tua conta desrespeitou os nossos padrões da comunidade. Portanto, não podes executar uma ou várias ações habituais.” A mensagem em causa foi enviada pela Meta à conta oficial do Chega no Facebook e serve para mostrar que o partido português não poderá utilizar aquela conta de forma normal durante os próximos dez anos. Fonte do partido explicou ao Observador que deixou de ser possível publicar vídeos, imagens e fazer diretos.

Questionado pelo Observador, André Ventura confirmou que o caso já foi reportado ao Facebook, mas vai mais longe e revela que o Chega vai “levar o assunto ao Parlamento e a todas as instâncias judiciais até obter a condenação do Facebook”. “Isto é, sem dúvida, censura política. Não há mais nenhuma justificação”, aponta o líder do partido.

Em comunicado, o partido disse que a decisão é “absolutamente incompreensível e de uma perseguição inqualificável e sem precedentes a um partido político em Portugal”. “Já por diversas vezes a Meta tentou interferir na liberdade de expressão que é conferida a qualquer partido político, mas desta vez foi longe demais”, pode ler-se no comunicado que refere que a decisão “claramente ilegal e inadmissivelmente limitadora da atividade política de um
partido”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Apesar de a Meta apontar para várias publicações que levaram à decisão, uma outra fonte do partido refere ao Observador que a última assinalada tem a ver com a comunidade cigana, sendo que há dois dias foi publicado um vídeo intitulado “Até quando vamos aceitar esta impunidade?”, em que André Ventura surge a fazer uma declaração no Parlamento e onde surgem imagens de um grupo que admite ter agredido e rapado o cabelo a uma mulher para lhe retirar as crianças. Segundo o CM, em causa estará uma avó que tinha a guarda de duas crianças, filhas de um dos agressores.

No vídeo, André Ventura refere que há uma “impunidade brutal” com “a comunidade cigana tem em Portugal” e que “só há um partido capaz de dizer a verdade” — sendo que as palavras sobre a comunidade cigana estarão na origem deste bloqueio.

Além desta restrição à conta oficial do Chega, fonte do partido revelou que também a conta oficial de André Ventura está com restrições desde dezembro e que o líder do partido apenas pode partilhar, não podendo publicar na conta — pelo que acaba por partilhar o que é publicado na conta do Chega — e agora deixará de ter a possibilidade de o fazer.

Notícia atualizada às 13h20 com o comunicado do Chega



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *