• Ter. Mai 28th, 2024

Takamoto Katsuta na frente do Rali de Portugal – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Mai 10, 2024

O piloto japonês Takamoto Katsuta (Toyota Yaris) lidera a 57.ª edição do Rali de Portugal, quinta prova do Campeonato do Mundo, após a disputa da primeira manhã da competição.

O piloto nipónico, que começou o dia na quarta posição, chegou ao final da primeira secção desta sexta-feira com o tempo de 43.53,7 minutos, deixando no segundo lugar o belga Thierry Neuville (Hyundai i20), a 2,9 segundos, com o finlandês Kalle Rovanperä (Toyota Yaris) em terceiro, a 3,3.

O japonês entrou ao ataque, vencendo a primeira especial do dia, em Mortágua, batendo Neuville, líder do Mundial à partida desta ronda, que vencera a superespecial da Figueira da Foz na quinta-feira e esta sexta-feira é o primeiro piloto em pista, tendo de lidar com mais gravilha solta.

As passagens por Lousã 1 e Góis 1 foram de ataque para o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20), que venceu ambas, enquanto o belga cedeu tempo e caiu para a quarta posição, atrás do estónio Ott Tänak (Hyundai i20) e do campeão Rovanperä.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Mas Sordo, que atrai multidões de adeptos espanhóis à prova portuguesa, ficou sem o sistema híbrido no seu i20 antes do arranque para a especial de Arganil, a última da manhã, e perdeu dois lugares.

Nesse troço também o francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris) sentiu problemas, com o sistema de intercomunicadores dentro do carro a deixar de funcionar, ficando sem ouvir o navegador. Vincent Landais teve de ditar as notas por gestos, o que fez Ogier perder cerca de três segundos.

Assim, Ott Tänak é o quarto classificado, a 4,1 segundos, seguido de Ogier, que é quinto, e Dani Sordo, sexto a 9,1 segundos. O francês Adrien Fourmaux (Ford Puma) é o sétimo, já a 14,7, seguido do britânico Elfyn Evans (Toyota Yaris), a 17,5.

A secção da manhã ficou ainda marcada por dois acidentes, ambos na especial de abertura, em Mortágua, que levaram mesmo ao cancelamento desse troço para a maioria dos pilotos.

Primeiro, foi o piloto espanhol Pepe López, do WRC2, a capotar o seu Ford Fiesta após deixar a traseira do seu carro escorregar em demasia, acabando por bater no morro de terra no exterior da curva e capotando.

O incidente não teve consequências físicas quer para o piloto quer para o navegador David Vázquez.

Entretanto, também o japonês Yuki Yamamoto (Toyota Yaris) capotou ao quilómetro 15 deste primeiro troço, acabando por interromper definitivamente a competição na classificativa de Mortágua.

Tanto o piloto como o navegador Marco Salminen saíram ilesos. No local ficou também parado o norte-irlandês William Creighton (Ford Fiesta).

Entre os pilotos que competem no Campeonato de Portugal de Ralis (CPR), cuja classificação será ditada no final desta sexta-feira, o norte-irlandês Kris Meeke (Hyundai i20) é o líder provisório, na frente de Armindo Araújo (Skoda Fábia), que é o melhor português, e de Ricardo Teodósio (Hyundai i20), que é o terceiro.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *