• Seg. Fev 26th, 2024

Clarabóias icónicas, a arte do bunho, favo de mel de metal e a cadeira anorak. Uma volta ao mundo do design em Paris – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 9, 2023

Onde outros viram um simples telhado, e portanto uma porta fechada, Villum Kann Rasmussen viu uma oportunidade em tempo de guerra, e logo uma janela que se tornaria solução para a habitação e referência no mercado. Foi em 1941 que o dinamarquês patenteou a sua primeira criação, projetada para fazer uso da luz natural e deixar entrar ar para ventilar lofts anteriormente escuros e abafados. Dez anos mais tarde, encetaria o processo de expansão internacional. Mais de 80 anos depois, como manter sexy uma janela de sótão?

Talvez ajude se imaginarmos a vista para um céu estrelado, fruir do vizinho Sena ou poder calcorrear Paris ao luar com 27 graus nos termómetros de setembro. Mas se uma claraboia se deixa embrulhar por um certo romantismo (em especial quando se mostram ao vivo no boémio Marais) também é certo que está longe de ser o filho pródigo na grande família do design e interiores, por mais que pensemos numa luminosa cúpula doméstica. “É precisamente esse o desafio. Temos que ter a certeza de que de cada vez que mostramos o produto conseguimos mostrar o antes e depois do trabalho ter sido feito. É difícil, claro, mas é o que fazemos. E, claro, ser consistente. Comunicação não chega”, concorda André Dot, Vice Presidente Executivo da região Sudoeste da Europa da Velux, com Portugal a incluir-se entre os sete destinos sob a sua alçada, uma das três grandes regiões segundo as quais se organiza a marca.

Até dia 16 de setembro, em plena Paris Design Week, a marca dinamarquesa com presença nacional apresenta-se em modo pop up na galeria Joseph Palais, na capital francesa. No número 5 da rue Saint Merri, recriou diferente assoalhadas que cruzam sinergias com marcas cúmplices da Velux, como a italiana Smeg, a francesa La Redoute, ou as tintas e papéis de parede da inglesa Farrow & Ball e o resultado é a Velux Art, um ninho de design que funciona como moodboard ou um Pinterest ao vivo, afinando a ligação direta com o cliente final, até aqui quase sempre rendida pelas figuras do arquiteto, engenheiro ou designer de interiores.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *