• Seg. Abr 15th, 2024

Morreu a economista Teodora Cardoso. Tinha 81 anos – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 9, 2023

Em atualização

A economista e primeira presidente do Conselho de Finanças Públicas, Teodora Cardoso, morreu este sábado em Lisboa aos 81 anos, disse à Lusa fonte do Banco de Portugal.

Nascida em 1942 em Estremoz, licenciada em Economia pelo Instituto Superior de Economia, Teodora Cardoso começou a carreira em 1973 enquanto técnica do Banco de Portugal, estando integrada no Departamento de Estatística e Estudos Económicos com funções de coordenadora do núcleo de Economia Monetária, Diretora de Departamento e Consultora da Administração. Chegou a chefiar aquele departamento entre 1985 e 1990 e foi consultora da administração entre 1991 e 1992.

Além disso, participou em vários projetos do banco central, nomeadamente na elaboração da Lei Orgânica do Banco de Portugal (1975) e na reformulação geral das estatísticas monetárias (1976/1977).

Esteve envolvida na negociação dos acordos de estabilização com o Fundo Monetário Internacional (1984/1985) e representou o Banco de Portugal no Sub-Comité de Política Monetária do Comité de Governadores da Comunidade Europeia, de 1990 a 1992.

Em 1992, Teodora Cardoso mudou-se para o Banco Português de Investimento (BPI) e foi consultora da administração durante 16 anos, até que se tornou membro do conselho de administração do Banco de Portugal.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em 2012, a economista assumiu a liderança do Conselho das Finanças Públicas, afirmando que iria trabalhar com “a maior isenção”. Saiu do cargo em 2019 e foi substituída por Nazaré da Costa Cabral, reformando-se.

O Conselho das Finanças Públicas foi criado como parte do memorando de entendimento entre Portugal e a troika na sequência do pedido de auxílio financeiro de 2011.

Ao longo da sua carreira, manteve-se independente politicamente, ainda que entrado em algumas controvérsias com o governo socialista de António Costa e com os partidos da gerigonça.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *