• Seg. Abr 15th, 2024

O desmantelamento da poderosa indústria cognitivo-emocional – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 10, 2023

Agora que Setembro começou, e que comecei a ler a Bíblia do início, faço por me preparar para um novo ano de trabalho. Na Igreja começou uma nova série de sermões chamada “Saber ouvir”, que é provavelmente a tarefa mais ambiciosa em que me meti desde que sou pregador. Isto porque sou um palrador nato, alguém com muita dificuldade com o silêncio. Como o povo costuma dizer, “perco muitas oportunidades para estar calado”. Não quero, por isso, entrar em época de São Tomás: faz o que ele diz mas não faças o que ele faz. Preciso das orações dos leitores em meu favor.

Claro que para a minha dificuldade com o silêncio contribui o excesso de ofertas para me exprimir. Posso dizer o que penso às pessoas que me cercam, posso dizer o que penso às pessoas que não me cercam, posso dizer o que penso em proximidade, posso dizer o que penso à distância. É difícil não poder dizer o que penso. E fico tão carregado de oportunidades de me exprimir que se torna quase impossível viver sem elas. Acabo reduzido ao tanto que posso dizer a partir do que penso. E quando falo no que penso, claro que falo também no que sinto. Sou uma máquina com recursos infindáveis para exprimir o que penso e o que sinto.

Também é à custa desta minha dificuldade com o silêncio que fui encontrando vocação como pregador, músico, escritor. Não saber estar calado dá profissão a uns tantos. Não saber estar calado paga as contas de alguma gente, mas até a gente a quem não paga as contas pode praticar a modalidade. Não saber estar calado é, por isso, não apenas uma condição minha, opinativo sentimental que sempre fui, mas é também uma condição em crescimento social visível. Até as pessoas mais sossegadas, e que sabiam aproveitar as oportunidades para estar caladas, agarram com cada vez menos embaraço este admirável mundo novo de infindáveis recursos para exprimirmos o que pensamos e sentimos.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *