• Qui. Fev 29th, 2024

Do coma ao transplante de rim, crescem suspeitas sobre saúde de Kadyrov. O seu desaparecimento seria sempre um problema para Putin – Observador Feijoada

ByEdgar Guerreiro

Set 18, 2023

“Como patriota, soldado raso do Presidente da Rússia, Vladimir Putin, jamais me envolverei com assassinos e traidores do meu país.” A frase, proferida há sete anos pelo líder da Chechénia, Ramzan Kadyrov, continua nos dias de hoje muito atual. É com este mantra que o devoto aliado do Chefe de Estado russo mede as suas palavras e ações. Quando a guerra na Ucrânia começou, em fevereiro do ano passado, Kadyrov foi rápido a prometer o seu apoio para a “libertação completa” do país e enviou unidades chechenas, que garante estarem a combater com sucesso. Quando as tropas do grupo Wagner de Yevgeny Prigozhin marcharam sobre Moscovo contra a liderança militar russa, prontamente descreveu a insurreição como uma “traição desprezível” e mobilizou os seus soldados para a zona de tensão para “preservar a unidade da Rússia”. Em tudo, tem mostrado fervor para fazer cumprir a vontade de Vladimir Vladimirovich, mesmo que para isso tenha de dar a sua própria vida, como já garantiu.

É sobre o “soldado raso” de Putin, que há mais de uma década governa a Chechénia com uma mão de ferro que não deixa qualquer espaço para opositores, que se somam agora relatos sobre uma saúde muito fragilizada. As informações já foram carimbadas como verdadeiras pelo Serviço de Segurança da Ucrânia, ainda que das autoridades chechenas chegue apenas o silêncio e as russas procurem desviar o assunto.

Certo é que a preocupação prolongada com a saúde do líder checheno tem transparecido no espaço de informação russo, algo que, segundo uma avaliação do Instituto para o Estudo da Guerra (ISW, na sigla em inglês), que há mais de um ano acompanha a evolução do conflito da Ucrânia, é prova da dependência que o Presidente russo tem em relação a Kadyrov para a continuidade da estabilidade na Chechénia. O think tank norte-americano diz mesmo que a continuação dos relatos sobre a saúde debilitada de Kadyrov podem tornar-se uma fonte de problemas para o próprio e também para os oficiais russos. “Poderão ficar preocupados [com a possibilidade de] que os rumores contínuos sobre a sua saúde afetem a longo prazo a estabilidade do seu controlo da Chechénia e, por extensão, o de Putin”, refere.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *